5 mitos sobre o mercado de recrutamento que deve esquecer

Publicado pela Fed Finance em Conselhos de emprego
20/06/2022
5 mitos sobre o mercado de recrutamento que deve esquecer

Analisámos alguns dos mitos mais comuns sobre processos de recrutamento que deve ter em atenção se está à procura de emprego. Esteja a par de toda a informação!

O seu CV é suficiente para encontrar um emprego

Nos dias de hoje, ter um bom CV é sempre uma vantagem. Contudo, já não é suficiente, pois os recrutadores avaliarão as suas aptidões, estilo de gestão, competências, etc. Também precisa de considerar os recrutadores e os headhunters, ou seja, os “caçadores de talentos”, pelo que é essencial construir a sua presença digital. Os headhunters têm o seu próprio banco de dados ou as suas próprias redes de contactos. Faça parte delas!
Leia também: Porque deve enviar o seu CV para empresas de recrutamento? 

Candidatar-se a muitas ofertas irá arranjar-lhe um emprego

Errado. Deve candidatar-se a ofertas que satisfaçam as suas expectativas, e que também façam match com a vaga em questão. Ao candidatar-se a um emprego, personalize sempre o seu currículo e carta de apresentação para melhor se adequar à descrição da função. Saber escolher uma empresa para trabalhar é muito importante. Nunca se deve esquecer quais são os seus objetivos de carreira, os seus valores e o que o que o faz feliz.
Leia também: Como escolher a oferta de emprego certa para se candidatar 

Basta procurar empregos em websites tradicionais

Claro que é uma boa forma de encontrar um emprego. Mas não se esqueça das outras ferramentas que tem à sua disposição para encontrar um emprego: pode enviar candidaturas espontâneas e por exemplo navegar em redes sociais como o Linkedin. Também não se esqueça de enviar o seu CV e encontrar-se com um recrutador de uma empresa de recrutamento como a Fed Finance, pois têm acesso a vagas específicas que podem não estar no mercado. Estes profissionais são também uma boa fonte de aconselhamento sobre diferentes tópicos, tais como otimização de currículos, compensação, tendências do mercado de recrutamento, etc. 

Ninguém lê a Carta de Apresentação

Errado. Para cada oferta de emprego a que candidata é uma mais valia criar uma carta de apresentação adaptada à vaga. Este documento pode ser o fator distintivo do seu processo de recrutamento e bem escrita pode captar a atenção do recrutador, sobretudo na primeira fase de seleção. Lembre-se de ser conciso, adapte sua carta à oferta de trabalho, destaque informações não existente no seu currículo, garanta uma boa ortografia e conclua com um call to action. A conclusão de sua carta de apresentação deve ser memorável, deve mostrar iniciativa e demonstrar ao recrutador o seu interesse pelo cargo. Apele por exemplo ao recrutador para que agende uma entrevista. 

O meu CV cumpre os requisitos e não fui selecionado. O recrutador é inexperiente.

Mito. Não se esqueça que o ajuste à cultura da organização, soft skills e conquistas profissionais são hoje em dia fundamentais e mais valorizadas do que propriamente o conhecimento técnico. Conhecer bem a empresa e a função a que se candidata é crucial para ser bem-sucedido no processo de recrutamento. Os recrutadores são proativos, procuram talentos. Uma estratégia a adotar como candidato é ter várias versões de CV’s destacando as competências chave para as várias vagas para o qual se está a candidatar. 

PROCURA UM EMPREGO GRATIFICANTE NA ÁREA DAS FINANÇAS?

Na Fed Finance, queremos ajudá-lo a alcançar o sucesso profissional que merece. Para suporte personalizado na procura do seu emprego na área financeira, preencha o nosso formulário de candidatura espontânea. Estamos aqui para o ajudar!


Comentários
Sem comentários ainda, seja o primeiro a reagir!
Comente