Como fazer uma carta de apresentação?

Publicado pela Fed Finance em Conselhos de emprego
03/08/2022
Como fazer uma carta de apresentação?

Quando nos candidatamos a um novo emprego, a expectativa de sermos chamados para uma entrevista é grande. Esta é a altura de usar todos os trunfos de que dispomos e, nesse sentido, criar uma boa carta de apresentação pode fazer toda a diferença num processo de recrutamento.

Logo num primeiro momento, a carta de apresentação é o elemento que irá fornecer ao recrutador uma noção de quem é o candidato para aquele cargo. Ao contrário do currículo, que se caracteriza por ser um documento muito mais factual, a carta de apresentação poderá desvendar quais são as suas verdadeiras motivações.
É aí que pode somar pontos podendo-se distanciar dos seus concorrentes, descrevendo quais as suas qualificações, as suas competências e experiências específicas que farão de si a pessoa certa para a função pretendida. 

COMO ESCREVER UMA CARTA DE APRESENTAÇÃO EFICIENTE 

Sabemos que uma carta de apresentação eficiente deve cumprir determinados requisitos:

  • Ser simples e concisa
  • Deve adaptar-se à vaga disponível
  • Deve destacar as suas motivações
  • Não deve exceder 1 página
  • Não deve conter erros ortográfico 

COMO REALÇAR A EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

Mas como podemos melhorar a nossa carta de apresentação, de forma a enfatizar as nossas concretizações e habilidades profissionais?
Deixamos-lhe algumas dicas práticas de como colocar em evidência a sua experiência profissional e todas as as suas competências, na hora de criar a sua carta de apresentação. Acreditamos que este passo pode colocá-lo em vantagem num processo de candidatura. Antes de mais, leia sempre o descritivo de funções do lugar a que se está a candidatar. Este será sempre o seu ponto de partida. Assim, terá uma melhor noção de todas as informações necessárias a ter em conta para escrever a carta e de como chamar a atenção do recrutador.

DICAS PARA MELHORAR A CARTA DE APRESENTACAO

Foque-se nas experiências realmente relevantes para aquela função

Não mencione experiências, características ou competências que nada têm a ver com a vaga a que pretende preencher. Tente ser assertivo e destaque apenas as experiências que possam ser uma mais valia para o lugar a que se candidata. 

Utilize palavras-chave

Cada vez mais, muitas empresas utilizam sistemas de gestão que filtram as candidaturas por competências, habilitações ou outros fatores como forma de seleção. Assim, a aposta em palavras-chave certeiras na elaboração da sua carta de apresentação pode fazer a diferença entre esta ser, ou não, lida pelos recrutadores. Mais uma vez chamamos a atenção para a importância de ler bem o descritivo de funções da vaga de emprego. A partir daí, terá pistas valiosas sobre que palavras escolher na hora de criar a carta de apresentação. 

Fale num requisito específico

Devemos dar destaque a funções específicas de projetos em que estivemos envolvidos. Tente sempre mencionar algum requisito solicitado tendo em atenção as suas funções anteriores, considerando sempre o descritivo de funções previamente analisado. Desta forma, irá ao encontro do que se pretende para a vaga a preencher. 

Dê relevância às soft skills

Quando queremos dar relevância a competências como as chamadas soft skills, nomeadamente quando falamos de espírito de equipa ou de habilidades como a capacidade de comunicação ou de liderança, nada melhor do que indicar como estas competências foram importantes para determinadas funções que desempenhou no passado. Mais uma vez, o exemplo prático, é sempre a melhor forma de mostrar o que sabemos fazer. 

Enumere funções anteriores

Porque não mencionar o seu envolvimento num projeto semelhante ao cargo a que se está a candidatar? Caso tenha tido uma experiência similar aquela a que está a concorrer, é fundamental que o clarifique na sua carta de apresentação. Esse dado pode ser a diferença para o sucesso da sua candidatura. 

Seja criativo

Aproveite para dar a conhecer as suas motivações e para realçar algumas concretizações profissionais ou até pessoais. Poderá ser algum prémio que tenha ganho ou alguma ação de voluntariado em que esteja envolvido. Todas essas atividades trazem com elas competências importantes e que acrescentam valor. 

PROCURA UM EMPREGO NA ÁREA DAS FINANÇAS?

Se está à procura de emprego, a Fed Finance pode ajudá-lo em todo o seu projeto profissional, passando pela sua primeira entrevista até à contratação. Faça parte do grupo de candidatos da Fed Finance preenchendo o Formulário. Um consultor analisará o seu pedido e entrará em contacto consigo o mais rapidamente possível.