Dicas para uma melhor integração de novos talentos

Publicado pela Fed Finance em Conselhos de emprego
21/06/2022
Dicas para uma melhor integração de novos talentos

Para resultados de desempenho excecional de um novo colaborador precisa de apostar num processo de onboarding também excecional. Assegure que todo o investimento que fez no processo de recrutamento e seleção vai valer a pena!

O QUE É O ONBOARDING?

A palavra “onboarding” significa “embarcar”. Este processo tem como finalidade preparar os novos funcionários para que aprendam sobre a cultura, métodos e dinâmicas da empresa, integrando-os na equipa. Num mercado cada vez mais competitivo, as empresas que investem em talentos ficarão com os melhores profissionais. 

A JORNADA DA INTEGRAÇÃO

O processo de integração é uma jornada, uma parte fundamental da experiência de um novo funcionário e é fundamental para propiciar o seu alto desempenho, tornando-o membro produtivo da sua equipa. Este processo vai muito para além do primeiro dia de trabalho, é um processo de longa duração, terminando com o colaborador devidamente integrado. O papel mais importante é o do gestor ou chefia direta que deve apoiar esta pessoa. Garanta que o investimento que fez em todo o processo de recrutamento e seleção vai valer a pena. Nos dias de hoje, a integração é realmente importante para assegurar que o talento que recruta se mantenha na sua empresa. Um bom processo de onboarding pode reduzir em 82% o turnover nos primeiros meses de contratação. 

7 DICAS PARA CRIAR UM ONBOARDING EXCECIONAL

FAÇA-OS SENTIREM-SE BEM-VINDOS

A primeira impressão é realmente importante para os candidatos, mas também para as empresas. Certifique-se de que acolhe os seus novos talentos da forma que eles merecem. Pode, por exemplo, preparar um pacote de boas-vindas, exibir um bom vídeo institucional, organizar um almoço com a sua equipa para conhecer o novo colaborador, e tornar a socialização mais fácil. Prepare também os primeiros dias para que não sintam que não têm nada para fazer. Pode marcar uma reunião para conhecer os novos departamentos ou para introduzir gradualmente as suas funções. Propiciar momentos descontraídos em torno da pausa para café também podem ser uma boa estratégia.

TORNE OS PROCESSOS MUITO CLAROS DESDE O INÍCIO

É importante saberem a quem devem recorrer para cada questão, terem conhecimento em que projeto irão trabalhar e com quem. Além disso, manter uma escuta atenta a quaisquer questões que possam surgir. Esteja próximo dos seus colaboradores, privilegie uma comunicação direta, dê feedbacks e reconheça e valorize o seu trabalho.

PREPARE UM PLANO DE 90 DIAS COM O NOVO FUNCIONÁRIO

A ideia é estabelecer objetivos realistas e sustentáveis, com KPI’s. Dar-lhes um cronograma claro das suas tarefas, as competências de que necessitam para aprender, etc. Dar-lhes uma boa ideia dos primeiros meses que vão passar dentro da empresa. Invista em coaching e feedback ao longo dos primeiros meses do novo funcionário.

DISPONIBILIZE-SE E INFORME-SE SOBRE OS NOVOS COLABORADORES

É importante que um novo funcionário se sinta confortável a fazer perguntas. É necessário criar check-ins e horários específicos para as perguntas e esclarecimento de dúvidas. É importante sentirem que podem ter apoio, se necessário. Esteja atento à qualidade de vida dos seus colaboradores, aos momentos e fases importantes da sua vida.

INVISTA NA FORMAÇÃO DOS COLABORADORES

Para além de formação externa não se esqueça que os membros da sua equipa podem ser formados pelos melhores colaboradores da sua empresa, favorecendo a troca de experiência e a criação de laços de equipa. É importante que os colaboradores sintam que a empresa desde o início também investe em si e na sua progressão. Crie um plano de carreiras, com expetativas de crescimento profissional.

AJUDE-OS A CONSTRUIR CONEXÕES

O sentimento de pertença à organização é fundamental e efetivamente o fator humano é o que nos faz sentir bem acolhidos. Conhecer pessoas, formar laços sociais e aprender com os colegas é crucial. Os novos colaboradores querem sentir-se apoiados, incluídos e respeitados. Nomeie um responsável para acompanhar o colaborador. E não se esqueça que a equipa deve ser previamente informada da chegada de um novo elemento. Crie, por exemplo, um canal online para todos conversarem, fazerem perguntas e criarem vínculos.

PROMOVA A FELICIDADE NO TRABALHO

Sabia que 70% das pessoas que tiveram experiências excecionais de onboarding dizem “ter o melhor emprego”? Aposte na gestão da felicidade. Um colaborador feliz é mais produtivo. Atualmente, as empresas que mais crescem, atraem e retêm talentos apostam numa estratégia de employer branding. A criação de uma imagem de marca de valor, reputada e respeitada no mercado é um facilitador em diversos aspetos nomeadamente na retenção de talentos e felicidade interna.  

A VANTAGEM DO ONBOARDING

Não se esqueça que há um grande custo para a empresa quando os trabalhadores saem logo nos primeiros meses, pois a empresa precisará contratar outra pessoa. O onboarding é um processo feito à medida de cada empresa, não há apenas um modelo ideal. Contacte a Fed Finance, podemos ser um parceiro dando-lhe as melhores recomendações ajustadas à sua organização.


Comentários
Sem comentários ainda, seja o primeiro a reagir!
Comente